terça-feira, outubro 14, 2008

Diferença entre blogs e wikis: ferramenta ou propostas?

À primeira vista a resposta para a questão acima parece simples.

Um blog é uma ferramenta que pertence a um ou mais autores, responsáveis pela publicação dos posts cujo conteúdo pode ser complementado por comentários de visitantes ou expandido por links repercutindo o tema.

Um wiki, por outro lado, baseia-se na redação coletiva de um texto, e ainda que seja um espaço de interações, exige que tente-se chegar a um consenso sobre o tema em questão, já que não faz sentido manter duas ou mais páginas sobre o mesmo (é por isso que o Knol, por exemplo, pouco tem a ver com a Wikipédia).

Dois posts que li recentemente nos ajudam a questionar o "determinismo tecnológico" que norteia os conceitos acima:

O GooseGrade, apresentado pelo Tiago Dória, é um widget que, mediante cadastro, qualquer pessoa possa editar os posts de seu blog. O foco são "pequenos" erros factuais, gramaticais ou de digitação, avisados ao autor via e-mail para aprovação ou não. Podemos pensar num uso mais amplo e intenso, o que, como o próprio Tiago observou, aproximaria o blog de um wiki. (O recurso já pode ser acessado à esquerda deste blog - fique à vontade para propor edições!)

No Online journalism Blog, Paul Bradshaw contou a experiência do jornal britânico Trinity Mirror, que lançou um wiki (wikinortheast.co.uk) para "cobrir todos os aspectos" da região de North-East (ou seja, um projeto hiperlocal). Mas, na visão de Bradshaw, há um problema: "é muito difícil encontrar algo para editar". Vários textos estão "prontos", sendo que alguns, retirados dos arquivos do jornal, simplesmente não podem ser alterados. Resta ao usuário adicionar, e não editar o conteúdo. Resultado: "um híbrido wiki-blog".

Voltando à questão inicial: até que ponto a ferramenta (pura e simplesmente) condiciona o funcionamento de um projeto na web? Abrir ou fechar, restingir ou liberar parecem-me cada vez menos associados às condições tecnológicas e sim às propostas comunicacionais.

Concorda?

3 comentários:

Miriam disse...

Oi Carlos!
Eu tenho me interessado muito pelos wikis. Eu os vejo como uma ferramenta poderosa para o trabalho colaborativo, para a elaboração de conteúdos de forma colaborativa. Muito mais do que os blogs que acabam sendo, mesmo com os comentários, espaços pessoais. Ou no caso de mais um autor, o espaço de um determinado grupo. O Tiago Dória abre essa possibilidade mas é o espaço é dele, é dele - e só dele, a palavra final, a aprovação ou não do que seria modificado.
Já os wikis, se abertos à colaboração de qualquer pessoa, podem ser um espaço realmente coletivo, as decisões devem ser coletivas...
Lancei, numa lista de discussão de professores, a proposta de um wiki para a elaboração de um repositório de materiais e recursos que poderiam ser interessantes para projetos e atividades educacionais. Poucos se inscreveram como colaboradores... mas muitos acessam o wiki em busca de material.
Penso que pode ser uma questão cultural: somos muito mais consumidores do que produtores, sabe como é?
Tenho cá pra mim que a diferença está muito mais no "espírito" do recurso.
Seu post me animou a escrever um pouco sobre as diferenças lá no meu blog! quem sabe se amanhã, eu consigo um tempo pra isso!
Abço

Carlos d'Andréa disse...

Olá, Mirian,
obrigado pela visita e pelo comentário cuidadoso no blog. Concordo que "somos muito mais consumidores do que produtores", acho inclusive importante que seja assim, mas acho tb que gostamos mais de falar que de ouvir, daí a dificuldade de usar uma ferramenta tão processual como os wikis. Você conhece a lista edublogosfera? Algumas discussões interessantes têm acontecido por lá. Abs, Carlos

Anônimo disse...

Prezado Carlos
Boa noite

Buscando me inteirar da diferença entre blog e wiki deparei-me com o seu blog que fala das wikis rsrs.
Tenho que criar uma wiki, inicialmente com uma colega, e não sei como proceder.
Você pode me ajudar???
Perdoe-me!!!
Att
Edna
meu e-mail ednaaguia@bol.com.br