terça-feira, novembro 13, 2007

A importância da banda larga

Há menos de um mês do lançamento da esvaziada TV Digital Terrestre brasileira, Carlos Castilho escreveu que A banda larga é muito mais importante que a TV Digital. A discussão foi levantada porque está prevista para até o dia 12 de dezembro a decisão de se instalar ao menos um terminal de banda larga em todos os municípios brasileiros.

Talvez seja mais fácil afirmar que só existirá efetivamente uma TV Digital com acesso complementar à banda larga. Caso contrário, teremos avanços meramente incrementais, como a alta resolução ou o número de canais, sem a tão falada interatividade, que exige um canal de retorno (a internet parece ser o melhor suporte para essa via de mão dupla).

Para se ter dimensão da importância da conectividade, vale acompanhar o site mantido pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, o OECD Broadband Portal (em inglês), que traz dados sobre preços, velocidade de acesso, uso domético e empresarial da banda larga.

Lá é possível saber, por exemplo, que o número de assinantes de banda larga entre os 30 países membros da OECD cresceu 24% entre junho de 2006 e 2007, alcançando 221 milhões de assinaturas, o que significa um índice de 18.8 assinaturas para cada 100 habitantes (fundamental lembrar que uma assinatura, quase sempre, atende mais de uma pessoa). Os EUA lideram disparados, com mais 66 milhões de assinaturas.

No Brasil, a taxa de penetração de banda larga em 2007 está em torno de 3,3% - cresceu 1 ponto no último ano. O serviço de banda larga residencial cresceu 660% no Brasil nos últimos três anos. Segundo André Havro, cresceu o serviço 660% no Brasil nos últimos três anos, mas (como sempre) está concentrado em poucas cidades do país e é viável para uma camada privilegiada economicamente.

Algumas experiências no Brasil são reveladoras. Piraí (RJ) e Parintins (AM) são exemplos de cidade de pequeno porte já beneficiadas pela banda larga sem fio. Entre as grandes cidades, 90% de Belo Horizonte deve ser coberta por redes sem fio no projeto BH Digital.

Atualização em 14/11
a) Governo Federal promete que, até 2010, os 3.570 municípios que ainda não têm conexão banda larga estarão conectados.
b) A cidade de Sud Menuncci, em São Paulo, também oferece conexão wireless gratuita aos seus moradores, avisa Raphael Perret via lista JW.

Um comentário:

Prisca disse...

Olá, Carlos!

Não tenho mais aula com vc... no entanto seu blog me deixa atualizada sobre as discussões e novidades do "mundo digital".
Saiba que foi vc com suas aulas que me inspiraram a fazer meu blog e tals.
Sendo assim , saiba que sempre estou por aqui e que o link no meu blog é prova disso, rsrsr.

Até mais...
Abração

Priscila Paes