domingo, agosto 19, 2007

Wikipédia no acidente do Vôo TAM 3054

Atualização em 01/09/08 - esta palestra foi ampliada para um artigo acadêmico, apresentado no 31º Congresso da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom): Wikipédia como espaço de interações e a redação coletiva de artigos sobre o vôo TAM 3054 (PDF).

Grandes tragédias têm sido ocasiões especiais para verificarmos os potenciais da produção colaborativa de conteúdos. Desde o 11/09, passando pelos atentados aos metrôs de Londres e Madri, Tsunami, a apuração e publicação de informações por "pessoas comuns" fizeram a diferença.

No caso do acidente no aeroporto de Congonhas , em SP, a Wikipédia mostrou sua força. Na primeira hora, foram registradas 53 contribuições ao artigo Vôo TAM 3054, "inaugurado" 1h40 após a tragédia. Em 3 horas, 150; em 12 horas, 250 alterações.

Os slides abaixo, apresentados no IV Seminário de Cibercultura e Convergência Digital, trazem um estudo de caso sobre a construção do texto deste artigo, além de uma breve apresentação sobre wiki e web 2.0. Em seguida, algumas observações e links interessantes:


Como esperado, em grande parte as informações acrescentadas nos "wiki-artigos" relacionados com o acidente tiveram como fonte de informação a grande imprensa. O número de passageiros e de mortos, por exemplo, foram atualizados de acordo com a divulgação pelas autoridades através dos MCM.

Chamou-me atenção o processo de negociação entre os wikipedistas pela publicação ou não de uma informação ainda não totalmente confirmada. Por exemplo, a causa do acidente, apontada às 20h57 (horário de Brasília) como "aquaplanagem", foi alterada às 22h10 por "desconhecida".

A "disputa" mais intensa deu-se em torno do artigo sobre o deputado federal Júlio Redecker. Um resumo da agência Reuters, baseado na fala do seu chefe de gabinete, divulgou que o deputado gaúcho estava no vôo, e imediatamente ganhou os portais noticiosos, como o G1. (Para outras informações sobre os destaques dos portais, visite o post do Intermezzo A cobertura online nas primeiras horas).

Na Wikipédia, foi travada uma dura discussão sobre a veracidade ou não da informação, já que não havia confirmação oficial. A disputa levou ao bloqueio de edições do artigo sobre deputado por um administrador, o que causou indiginação de alguns wikipedistas. Somente após a confirmação oficial pelo PSDB e pelo governador de SP a edição foi liberada.

Enquanto para os grandes veículos o despacho de agência baseado na fala de um assessor do deputado significou a publicação imediata da "quase-notícia", na Wikipédia o rigor pela precisão da informação adiou sua publicação definitiva por quase 4 horas.

Breve conclusão: embora baseados nas informações divulgadas pela imprensa tradicional (inclua aqui os portais), os wikipedistas atuaram como novos filtros para a públicação das informações, dando à Wikipédia uma dinâmica mais lenta, conflituosa e rigorosa que a maioria dos veículos. Neste caso, a falta de cuidado em aguardar a confirmação da informação não ocasionou um erro da imprensa, mas, como relatou Alex Primo no post Acidente Aéreo e Jornalístico, não teve a mesma "sorte" o repórter d'O Globo que noticiou erroneamente a morte de um professor de Comunicação da UNB, confundido-o com um homônimo.

Por fim, vale citar a crise de identidade pela qual a Wikipédia passa em situações como essa. Concebida como uma enciclopédia (fonte de informação que ignora o factual), acabou engolindo o Wikinews e se tornando uma experiência colaborativa que ultrapassa as fronteiras dos gêneros textuais.

Quando o usuário Rafael Max ressaltou a instantaneidade da Wikipédia ("Os caras da wiki não perdem tempo! Rapidinho já tem um artigo sobre o ocorrido, e o pior é que tem páginas em outras línguas") e outro comunicou que "O NOSSO artigo virou notícia no portal de notícias da G1 da Rede Globo de Televisão", o wikipedista Jo Lorib logo ponderou:
Menos, pessoal, menos. Sem euforia só por que saiu notinha na Globo ou fizeram um artigo, afinal aqui ainda é uma enciclopédia

Atualização em 20/08 - Os áudios das palestras deste primeiro dia estão disponíveis para download no Ponto Eletrônico.

5 comentários:

beckiene disse...

Quando as pessoas dão descrédito a internet com o argumento da pouca credibilidade fico pensando se a mídia impressa ou televisiva merece todo esse crédito que damos a ela. Agora, esse fenômeno aí acaba por sustentar outro argumento: Uma informação falsa na internet é infinitamente mas fácil de ser contestada do que na mídia em geral.

Raquel Camargo disse...

Olá Carlos!
Assisti sua palestra hoje, na Una, por isso cheguei até aqui.
Gostei muito da sua apresentação, e o caso apresentação é realmente um ótimo exemplo da intensa velocidade do crescimento do sistema wiki.

Parabéns pelo trabalho e espero não perder contato com você e participar de outras apresentações suas.

Abraço!

Carlos d'Andréa disse...

Concordo,Rebeca. O fato de uma informação poder ser "questionada" mais facilmente na internet torna este meio potencialmente mais sucetíveis ao debate, o que diminui a chance de erros, não?

Raquel, obrigado pela visita. Tanto a palestra quanto o bate-papo lá na Fumec foram muito legais. Mantenha contato, ok?

Anônimo disse...

Carlos, viste o site www.jornaldedebates.ig.com.br - ele traz várias opiniões sobre a credibilidade das informações dos blogs.

abraços.

cristiano machado/jornalismo 6º período

Jo Lorib disse...

Interessante seu estudo, reflete bem o ocorrido. Eu estava logado na hora do acidente, com mais alguns administradores, e como sempre acontece nesses casos começamos a aparar as arestas, como os artigos duplicados (foram criados sete ou oito artigos sobre o acidente, por usuários diferentes, que nós fomos direcionado para um só), retirando opiniões favoraveis ou contrárias ao governo, quem foi o culpado, etc. Chega uma hora em que os usuários mais novatos ficam num estado de euforia que precisa ser contido um pouco. Querem publicar listas de mortos, começam a chegar fotos (as da Wikipédia são originais, tiradas pelo OS2, que mora perto do aeroporto), querem colocar filmetes do Youtube , enfim vira uma grande confusão. Os editores mais experientes evitariam colocar esses artigos, mas como alguem sempre coloca, só vamos tentando manter o rio dentro da margem. Depois de três ou quatro dias a onda passa e a Wikipédia volta ao, digamos assim, normal.