segunda-feira, junho 04, 2007

Por dentro do BH Digital

BH está próxima a se tornar a primeira metrópole digital do Brasil.

O projeto BH Digital, que pretende construir uma rede sem-fio que cubra de 90% a 95% do território, tem implementação final prevista para abril de 2008. As demais iniciativas no país limitam-se a cidades menores e, na maioria dos casos, de interesse turístico, como Tiradentes (MG) e Parintins (AM).

Os impactos diretos da rede wireless: serão instalados mais de 600 pontos de acesso à internet, incluindo escolas, postos de saúde, parques, praças, vilas e favelas. O aglomerado Cafezal, onde moram 50 mil pessoas, será o primeiro beneficiado (espero que os moradores tenham de fato acesso a internet e possam, entre inúmeras atividades, editar seu próprio verbete na Wikipédia, prova cabal da exclusão digital no país. Fecha parênteses).

No serviço público, estima-se a substituição de 5000 linhas telefônicas por Voip, instalação de 500 camêras de vídeo em edifícios públicos, controle de 530 semáforos e 3000 ônibus.

O orçamento total é de R$ 6 milhões. Dos R$ 4,5 milhões do Ministério das Comunicações, R$ 3,5 milhões foram liberados na última semana de maio. O restante será uma contrapartida da PBH.

A implementação da tecnologia Mesh, que combina Wi-Fi, WiMAX e MMDS, esbarra, como sempre, na regulamentação. Como não foram liberadas as faixas de frequência para estes serviços, será usada a faixa aberta de 5,8 MHz, mais sujeita a interferências e perda de qualidade.

A implementação de redes sem fio em grandes espaços urbanos é uma tendência mundial e é considerada por especialistas em urbanismo e comunicação um passo importantíssimo para a
adaptação da economia e cultura das cidades ao novo paradigma tecnológico.

Aos interessados no assunto recomendo desde já a leitura do recém-lançado "Cidade Digital. Portais, Inclusão e Redes no Brasil", organizado por André Lemos. O site dele tem vários outros artigos sobre o tema.

Leia também:
Minicom libera recursos para o BH Digital - TeleSíntese
Mix tecnológico no Gesac - ARede

2 comentários:

André Lemos disse...

Oi Carlos, acabo de colocar um post no meu blog...obrigado e vou acompanhar o BH Digital de perto. Parabens,
Andre

Anônimo disse...

projeto BH DIGITAL

Gostaríamos de agendar uma reunião para demonstrar uma solucao tecnologica por nos desenvolvida, trata se de um equipamento instalado dentro de veículos ( ônibus ) que realiza a tarefa de gravar e enviar imagens afim de atender a segurança publica , controle do transporte publico transito e trafego, bem como propagar mensagens publicitárias ou de utilidade publica utilizando monitores LCD dentro ou fora dos veículos , os arquivos com a propaganda podem ser trocados via celular dando velocidade ( ofertas relâmpago) e com baixo custo de manutenção , vc pode ter mais de um cliente no bus door digital as imagens geradas podem ser vistas on line via internet.
os veiculos com nosso equipamento a bordo poderiam dar susentacao a rede da BH digital dando grande capilaridade e sustencao a rede ( seriamos transmissores e recepetores do sinal) a um custo baixo considerando que a iniciativa privada poderia utilizar tbm o equipamento para fazer propaganda dentro dos veiculos com monitores lcd dentro e fora (vidro trazeiro 40 polegadas bus door) em fim gostaria de expor nosso equipamento pessoalmente para demonstrar o potencial.


Tel 31 3388-5550 Sr. Alex Bastos

Plm-digital@oi.com.br