segunda-feira, junho 11, 2007

Localismo e nichos no jornalismo

As duas últimas colocações são as mais interessantes da entrevista que Michael Rogers, o "futurista do NYT", deu para a edição de hoje do Estadão.
E finalmente temos que descobrir como usar o mercado local. Aqui nos EUA a maior parte das propagandas é nacional. Talvez devêssemos escalar repórteres para cobrir apenas assuntos locais porque os leitores vão saber dos nacionais de qualquer maneira.
Dois tamanhos parecem funcionar: gigante e minúsculo. Se você está no meio, seu negócio vai ser devorado.

Típicas de um futurólogo. Ele abre amanhã o seminário de Jornalismo Online em SP.

Nenhum comentário: