sexta-feira, março 17, 2006

Cuidado ao encaminhar...

O uso do e-mail corporativo tem sido causa muito frequente de conflitos em funcionários e empresas. As tentativas de solucionar o problema em geral variam entre a adoção de medidas punitivas (a jurisprudência diz que a empresa pode monitorar o e-mail cedido ao funcionário, uma vez que trata-se de um instrumento de trabalho que expõe o nome da corporação) e uma tentativa de conscientização dos funcionários, o que dependeria de treinamentos e uma dose de bom senso por parte de todos.

O assunto volta à tona com a denúncia de Fernando Rodrigues, através de seu blog, de que o presidente da Funarte, Antônio Grassi, teria usado seu e-mail @funarte.gov.br para repassar a polêmica "lista de Furnas".

Grassi alega que o e-mail foi operado por algum funcionário de seu gabinete, o que expõe outro problema comum: são raros os diretores de empresas que cuidam pessoalmente de sua caixa de correiro eletrônico. Ao delegar a responsabilidade, abrem espaço para usos indevidos de terceiros. Mas o e-mail continuará com seunome@aempresa.com.br ...

Mérito para o apurado senso de investigação de Rodrigues.

Nenhum comentário: