sábado, dezembro 03, 2005

Blogs PP Noite

Eis os blogs criados pela turma do 2º período de PP (noite), baseados na empresa planejada em Processo e Técnicas de Publicidade e Propaganda.

- Relacione-se, uma empresa virtual de relacionamentos;
- Beer Drinks, uma distribuidora de bebidas;
- Revista Plug, voltada para o público gay;
- Relax Air - Massagem e estética, a ser implementada em aeroportos;
- Refresh, uma clínica de estética.

Visitem e comentem!

quarta-feira, novembro 30, 2005

Blogs PP Manhã

As turmas do 2º período de PP, turno manhã, planejaram a criação e lançamento de empresas no mercado de BH. Alguns grupo optaram por simular a abertura de franquias de famosos redes internacionais: Burger King, Hard Rock Cafe e Mary K (cosméticos).

Outro grupo preferiu explorar um novo nicho de mercado, propondo a implementação de um
cemitério para animais (Pet Cemetery).

terça-feira, novembro 29, 2005

Blogs RP

Criar uma empresa, mapear seus públicos e elaborar estratégias diferenciadas de comunicação para suas diferentes necessidades são algumas das etapas do trabalho dos alunos de Relações Públicas em Processos e Técnicas com o prof. Rennan Mafra.

Os resultados estão publicados nos blogs Involvimento Treinamento Empresarial, supermercado Super Brasil, Academia Corpo e Saúde e Viver Bem Planos de Saúde.

quinta-feira, novembro 24, 2005

Blogs Mercado Central

A diversidade do Mercado Central foi explorada pelos alunos do curso de jornalismo, que criaram seis blogs para publicar reportagens produzidas sob orientação do prof. Zeca, na disciplina Processos e Técnicas. O desafio aqui foi adaptar o texto jornalístico para uma ferramenta ágil e fragmentada, além de pesquisar e publicar imagens e sites afins.

A História do Mercado Central está contada em um blog. De infinidade de lojas e produtos oferecidos, duas duplas relatam a venda de queijos e animais no sugestivo blog Gorgonzola Dog, outros quatro alunos destacam o comércio de Flor e Artesanato.

O sincretismo e a boa convivência entre as religiões são o foco em Tradição e fé no Mercado Central. Mercado Central é chique Uai! relata sua diversidade cultural e os causos do Casa Cheia, um famoso bar. E por falar nos butiquins, um blog fala só deles, destacando a Competição dos Bares.

Alguma dúvida ou dica sobre o Mercado? Deixe seu comentário por lá...

quarta-feira, novembro 23, 2005

Seminário TV Digital

Acontece aqui em BH, nesta sexta, um Seminário Nacional de TV Digital, que pela programação trará discussões muito interessantes sobre o tema.

Será no CreaMG, portanto em alguns momentos a discussão deve ser mais técnica, mas ainda assim interessantes para profissionais de comunicação. No período da tarde, por exemplo, o convidado é o ministro das Comunicações, Hélio Costa.

As inscrições via e-mail são gratuitas e a programação está neste documento word.

Devo aparecer por lá.

domingo, novembro 20, 2005

Foto Repórter via celular

O jornal Estadão segue investindo no projeto Fotorepórter (leia post anterior para conhecê-lo). As quase 1500 pessoas que se cadastraram para vender suas fotos agora podem enviar suas imagens também por celular, via MMS (mensagem multimídia, com imagens e/ou vídeos). Leia release no site da Maxipress.

Dica do Marcelo Sander via lista de discussão WebjornalistasBH.

quinta-feira, novembro 17, 2005

Maxipod

Um dos mais importantes eventos da área de Publicidade pode agora ser seguido à distância: o site Maxipod disponibiliza podcasts (arquivos de áudio no formato MP3) das palestras, debates e entrevistas do Maximídia, realizado entre os dias 18 e 20 de outubro, no World Trade Center, em São Paulo.

Dá pra escutar online, baixar os arquivos manualmente ou cadastrar o feed para download automático.

Não sabe o que é um podcast? "Glogge" então...

Dica do blog Cibercast.

segunda-feira, novembro 07, 2005

Novos Blogs

Já estão no ar os primeiros blogs produzidos pelas turmas da disciplina!

Foram criados pelos alunos do 3º período, que num trabalho conjunto com a disciplina Antropologia Cultural e orientados pela profª Wânia estão pesquisando e divulgando o mundo de diferentes grupos urbanos, como prostitutas, presidiários, bandas cover e dançarinos da terceira idade.

Visitem os links abaixo e deixem seu recado!

Turma da manhã:
Pé di Valsa - Bailes da Terceira Idade
Vida de um michê !
Bandas Cover

Turma da Noite:
Garotas da Noite...
A Vida atrás das Grades
Amantes não por acaso
No mundo dos dependentes químicos
Moradores de rua

terça-feira, novembro 01, 2005

TV Digital: Introdução

As turmas de Jornalismo e Cinema e Vídeo terão um tema central neste último mês de aulas: TV Digital.

Trata-se de um assunto bastante controverso, pois sua implementação no Brasil está plena fase de pesquisa e negociações políticas. O certo é que muitos processos estão em mudança na produção audiovisual (o que significa que alguns podem conquistar mercados que hoje são de outros...).

O texto TV digital: até aqui, pouca definição, de Marcelo Medieros e publicado pela Revista do Terceiro Setor (Rits), é uma boa introdução às possibilidades técnicas e disputas políticas que envolvem esta tecnologia.

domingo, outubro 30, 2005

Foto Repórter

Os atentados teroristas no metrô de Londres e a passagem devastadora do furacão Katrina pelos EUA deram visibilidade ao inevitável futuro do fotojornalismo. Armados com câmeras celulares, os cidadãos foram os responsáveis pelas primeiras e mais marcantes imagens dos acontecimentos.

Atento a esta tendência, o jornal Estado de S. Paulo acaba de lançar o projeto Foto Repórter, que permite que qualquer pessoa cadastre-se para se tornar um colaborador (remunerado) dos produtos da empresa.

Fim dos repórteres contratados? Oportunidade para free-lancers?

segunda-feira, outubro 24, 2005

A tecnologia faz a oportunidade

Leitura para as turmas do 3º período de PP (e demais interessados):

Entrevista A tecnologia faz a oportunidade, com o publicitário Max Petrucci, que analisa o desafio de incorporar as novas mídias no trabalho das agências brasileiras.

terça-feira, outubro 11, 2005

Material para os trabalhos

Alguns textos e sites legais para as turmas de PP e RP:

Empresas tradicionais do setor de beleza e higiene, com Natura, Boticário e Nivea, que têm boa parte de seu negócio baseado nas relações pessoais (vendedoras-compradoras), discutem suas estratégias de atuação na internet. Espelho, espelho meu é o nome da matéria publicada no Conexão MSN (dica do cc do caio).

O que é mentira (ou verdade) na quantidade de e-mails que recebemos? Consultem uma seção especial do site Info Guerra.

Newsletter ajuda a manter o elo com o cliente;Mate o spyware antes dele chegar ao usuário;
Pontos quentes da mídia interativa este ano; O que é preciso saber sobre busca patrocinada; todos publicados no Webinsider.
Uso ético e legal de bancos de dados, da advogada Patrícia Peck; Publicidade online.E depois do banner ? , do português Jornal de Negócios, e A publicidade on-line avança, da Gazeta Mercantil.

Selecione a partir de seu tema e bom trabalho!

Flash jornalismo

Dois textos para a turma de jornalismo:

Jornalismo multimídia em ambiente Flash, publicado no Observatório da Imprensa (básico do básico para jornalistas. Flash é a tecnologia que permite criar animações e na qual se baseia muitas narrativas multimídia.

Seção de Gráficos Interativos do jornal espanhol ElMundo (os jornais da Espanha são referência no uso da multimídia em seus sites). Reparem que boa parte dos gráficos não contêm todos os elementos da narrativa jornalística - são na verdade complementos fatos relatados através de textos.

sexta-feira, outubro 07, 2005

Festival mobile

Começa nesta sexta na França um Festival de Cinema de Bolso, que trará em sua programação até um longa-metragem de 90 minutos produzido exclusivamente com celular. Detalhes na matéria da BBC via Folha de S. Paulo: França sedia festival de filmes feitos com celulares. Dica da Karla, da turma de jornalismo.

Os mais curiosos podem ainda passear pelo site do evento.

PS.: Descansem no feriado!

quinta-feira, outubro 06, 2005

Jornalismo multimídia

Jornalistas,

continuando a visita a sites jornalísticos que buscam narrativas multimídia,

visitem a página mantida com material do prestigiado correspondente de guerra Kevin Sites dentro do portal Yahoo! News.

Ele está viajando por várias áreas de conflito ao redor do mundo e enviando, em texto, foto, vídeo e áudio, os detalhes das tragédias humanas causadas pela violência e miséria.

Também está em inglês, mas vamos nos ater à navegação, ok?

Buzz anti-ético?

Para as turmas de PP e RP,
reproduzo abaixo nota de hoje do Portal da Propaganda (ainda não conhece e se cadastrou? Link ao lado...) sobre aspectos legais e éticos do buzz marketing (nos EUA). O tema gerou polêmica em umas das salas...

Alguns advogados especializados norte-americanos estão discutindo a integridade ética na prática de "buzz marketing". O debate gira em torno de duas questões principais: é mandatário revelar o uso da técnica enquanto ela está sendo executada e até que ponto o buzz marketing é eficaz num cenário em que as pessoas sabem que estão sendo alvo de tal forma de divulgação. A associação The Word of Mouth Marketing, que reúne empresas que operam essa prática, publicou recentemente um código de ética declarando que a organização está dentro das normas definidas pela Comissão Federal de Comunicação, a poderosa FCC. Enquanto isso, a BuzzAgent, uma das maiores agências do setor, afirma já estar informando o público quando realiza uma ação.

terça-feira, outubro 04, 2005

Após alguns dias entre viagens e notas, voltemos às novidades ...

Um projeto que já discutimos em sala parece que começa a ganhar fôlego:
Conheça o laptop de US$ 100 do MIT, aquele proposto pelo Negroponte, lembram?
O layout é bem diferente, vejam:














O link é dica do Tadeu, da turma de Cinema e Vídeo, embora muitos tenham comentado comigo.

Mais:

A Riofilme está digitalizando todo seu acervo, permitindo acesso fácil a raridades do cinema br. Vejam matéria no JB: Cinemateca digital traz produção nacional a todos.

Para as turmas de PP e RP, um blog recém-lançado sobre um dos temas que vamos trabalhar agora: Fórum de Discussão: Buzz Marketing, Mkt Viral & Mkt Boca a Boca, elaborado com um projeto acadêmico da faculdade Faap, em SP.

sexta-feira, setembro 16, 2005

Monitoria Novas Mídias

Atenção, pessoal,

estamos selecionando dois monitores para as aulas de laboratório de Novas Mídias: um aluno do turno da manhã (com disponibilidade à noite) e um aluno das turmas noturnas (disponibilidade para trabalhar pela manhã).

São 6 horas por semana, dias e horários a serem combinados de acordo com a necessidade.

Função: ajudar nas aulas práticas de laboratório, já que a partir de agora a disciplina prática.

O bolsista ganha R$72 de desconto na mensalidade.

O indicado deve ter média acadêmica acima de 80% ao longo do curso.

Interessados, me enviem um e-mail com o título Monitoria Novas Mídias indicando eventuais cursos e habilidades na área de informática (manuseio de softwares, por exemplo) e porque se interessam em ser monitor.

A seleção será no fim do mês e os monitores comecarão a trabalhar em outubro.

Qualquer dúvida, dirijam-se ao Cedesp (3º andar), ok?

domingo, setembro 11, 2005

Trabalho Sociedade em Rede

Separamos quatro dos temas apresentados por Castells no texto “Internet e Sociedade em Rede” para o trabalho a ser realizado em grupo – dois deles são sub-divididos e cada grupo optou por apenas um.

Roteiro do trabalho:
- Introdução (apresentação do conceito de Sociedade em Rede e do tema do grupo)
- Desenvolvimento (aprofundamento sobre o tema do grupo, discutindo conceitos e exemplos)
- Estudo de caso (apresentar resultado de pesquisa de campo e discussão das informações coletadas)
- Conclusão (análise a partir dos conceitos)
- Bibliografia (seguir normas da ABNT)

Data de entrega: 26 de setembro (turmas que não tiveram aula de Novas Mídias neste dia devem passar o material ao representante, que deverá deixa-lo na sala dos professores).

Valor: 20 pontos

Tamanho estimado: 7 a 12 páginas

Leitura básica para todos os grupos: texto Internet e Sociedade em Rede, de Manuel Castells.

Para bibliografia e roteiro detalhados, entre na página de seu tema.

Observação importante: evidentemente, qualquer citação a textos (da internet ou não) deverá ser apresentada entre aspas e com indicação da fonte consultada. Cópias e plágios serão sumariamente desconsiderados.

Temas:
1) a) Sociabilidade virtual - Orkut
b)
Sociabilidade virtual - Blogs

2) Divisão Digital - Desafios e Projetos

3) Novos Movimentos Sociais - O mensalão via internet

4) a) Privacidade - vida pessoal
b) Privacidade - nas empresas


terça-feira, setembro 06, 2005

O futuro da internet...

Mesmo que já seja difícil mensurar e avaliar criticamente os impactos atuais das novas tecnologias sobre nosso dia-a-dia, diferentes iniciativas continuam abrindo espaço para pesquisas e palpites sobre o futuro da internet.

A pesquisa Smart Internet 2010, feira pela Universidade de Tecnologia Swinburne, da Austrália, entrevistou especialistas sobre como estará a internet em cinco anos. Entre as projeções, a popularização dos ambientes adaptáveis ao usuário (seria uma das previsões de Negroponte?) e um verdadeiro caos provocado por vírus e outras pragas virtuais. Leiam a reportagem Caos tomará conta da internet em 2010, do IDG Now!.

Menos pretencioso, mas curioso, é o site produzido pela agência web Bolt para comemorar seu aniversário: O que a internet vai ser quando a gente crescer? A página tem depoimentos em vídeo de especialistas e leigos - e você também pode enviar sua previsão...

terça-feira, agosto 30, 2005

Nem apocaliptico, nem integrado

Os quatro autores estudados nas últimas semanas têm visões bem marcadas sobre os impactos que as Novas Mídias têm causado para a sociedade atual. Baudrillard e Virilio são pessimistas (embora recusem este rótulo) perante nossa excessiva e crescente dependência dos artefatos digitais, enquanto Lévy e Negroponte privilegiam os ganhos sociais e econômicos que conquistamos com as recentes inovações tecnológicas.

Não por acaso o confronto entre estes autores revive uma velha polêmica que ronda a comunicação: a disputa entre Apocalípticos e Integrados, que, segundo Umberto Eco, armam-se de vários argumentos para, respectivamente, atacar e defender a cultura de massa. Essa velha polêmica parece longe de acabar.

Manuel Castells, o próximo autor que estudaremos, está distante desta briga. No texto "Internet e Sociedade em Rede", ele afirma que a internet inspirou "uma extraordinária mitologia" elaborada por sociólogos pós-modernos, futurólogos e jornalistas pouco informados, mas prefere analisar a partir de pesquisas atuais. "Jamais faço previsões", resume.

terça-feira, agosto 23, 2005

Compartilhando os trabalhos

Como não se interessar por um projeto ativo em cerca de 100 línguas, que conta com centenas de milhares de colaboradores voluntários (quase sempre anônimos) e já é a maior enciclopédia do mundo?

Em algumas aulas citamos a Wikipedia para ilustrar discussões sobre a possível emergência de uma cultura mais colaborativa baseada nas Novas Mídias, e alguns grupos usaram-na como fonte de pesquisa para o trabalho sobre os quatro autores lidos nesta unidade.

Pois bem, chegou nossa hora de retribuir: a proposta que cada grupo atualize verbetes da Wikipedia com o material produzido nas aulas.

Para isso, acesse as páginas dos verbetes sobre Jean Baudrillard, Nicholas Negroponte, Paul Virilio e Pierre Lévy.

O que fazer?
Leia o texto atual e veja como pode melhorá-lo. Comece-o caso não exista, substitua informações que estiverem erradas, iniciem ou atualizem verbetes relacionados ao universo do autor, coloquem links para outros verbetes.

Para orientar os colaboradores, existe um livro de estilo. Confira também as dicas para inserir tópicos, links e usar outros recursos de navegação na edição do texto,

Curioso em saber mais sobre a Wikipedia? O próprio site tem muitas informações. Recomendo também a leitura da reportagem Wiki: uma enciclopédia feita por nós, publicada no Link Estadão.

domingo, agosto 21, 2005

+ links e dicas

Temos três novos links enviados por alunos (testados e aprovados por mim):

- a Denise Flores, da turma de Cinema, indica o Cinema e Poesia, onde temos acesso a vários vídeos com experimentações de linguagem.
- Estação da Propaganga, mantido pela agência DPTO, e o blog BrainStorm #9 são duas dicas do Thiago Carmona (3º período PP noite). Valem a visita, com certeza.

Deixo também recomendações:

O Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, junto com a Siemens, está promovendo o MicroMovie Award, que reúne 50 curtas-metragens de até 90 segundos gravados com a câmera do celular. Assista-os online e vote no melhor...

Notícias quentes direto da Faixa de Gaza, onde acontece a desocupação dos territórios ocupados por judeus? Acompanhe pelo blog Terra Estranha, da jornalista Daniela Kresch.

terça-feira, agosto 16, 2005

Mcluhan e as Novas Mídias

A fase eletrônica da comunicação a que Mcluhan se refere diz respeito aos Meios de Comunicação de Massa típicos do século XX, com destaque para a TV e o rádio.

É um interessante imaginarmos como ele reagiria às Novas Mídias, que na virada do século trouxeram grandes novidades ao processo de comunicação, como a facilidade de produção e publicação de informações e a possibilidade de interação entre usuários, independente de sua localização geográfica.

Algumas especulações:

- Finalmente, com suporte da internet, a Aldeia Global estaria implementada? Vale a pena ler um texto escrito em 1993 (e encontrado pelo aluno Thiago Salamim).

- Dentro da classificação proposta, seria a internet um meio quente ou um meio frio? Lembremos que ela explora mais de um de nossos sentidos e exige sempre interação e atenção durante o uso...

- Será que estamos novamente baseados na cultura escrita (como na Galáxia de Gutemberg) ou nos caminhamos para uma cultura multimídia?

segunda-feira, agosto 15, 2005

Novos links

Reparem que na barra à direita temos novos links sobre as habilitações. Todos eles foram recomendados por alunos da disciplina, a saber:

- Jornalistas de Minas (site do Sindicato dos Jornalistas, dica do Fernando Zuba, 2º período de jornalismo)
- Cinema Em Cena (notícias da área) e Internet Movie Data Base (em inglês, é o maior banco de dados sobe cinema, fundamental em consultas). Ambos são dicas do Pedro, da turma de Cinema e Vídeo manhã.

Lá nos comentários do post Sobre os Links estão outros sites, que não destaquei para não inchar demais a lista.

O espírito colaborativo está começando a funcionar por aqui...

quinta-feira, agosto 11, 2005

McLuhan, um publicitário?


De todos os autores que hoje são encaixados dentro dos limites da Teoria da Comunicação, McLuhan provavelmente é o que mais se identificou com os Meios de Comunicação de Massa e os usou para divulgar suas idéias.

O mundo publicitário tem em McLuhan, ainda hoje, um de seus grandes gurus - suas frases são presença obrigatória em palestras que querem mostrar como a comunicação é decisiva para compreender a sociedade atual.

Seriam suas máximas, como "o meio é a mensagem", apenas jargões publicitários? Vale lembrar que esta frase inspirou o nome de uma importante revista sobre PP: Meio & Mensagem.

O próprio autor dá pistas sobre sua postura em mais uma frase de efeito: “I may be wrong, but I’m never in doubt.” Em bom português, "posso estar errado, mas jamais fico em dúvida".

Está aberta a polêmica...

(foto extraída do site da Universidade de Toronto, no Canadá)

quinta-feira, agosto 04, 2005

McLuhan

O primeiro autor que estudaremos em Novas Mídias viveu e escreveu sua obra muito antes da internet e demais mídias digitais. Para alguns é um visionário, um autor de vanguarda, já que propõe, na década de 60, uma visão da revolução causada pela comunicação eletrônica. Para outros, é um franco atirador, descuidado com o rigor científico e determinista ao valorizar excessivamente a influência da técnica no comportamento humano.

Controvérsias à parte, o canadense Marshall McLuhan é uma referência obrigatória na área de Comunicação e suas idéias serão um "prefácio" de nossas discussões.

Pesquisei alguns textos interessantes para iniciarmos as discussões.
Curiosamente, todos são de sites portugueses:

- Trecho do caderno McLuhan. A Escola e os Media, escrito pela professora Olga Matos, da Universidade de Lisboa (concentrem-se nas 6 primeiras páginas). Arquivo PDF.

- Textos SOBRE MARSHALL MCLUHAN e ESCOLA CANADIANA DE COMUNICAÇÃO (III), escritas pelo professor Rogério Santos, que mantém o excelente blog Indústrias Culturais.

quarta-feira, agosto 03, 2005

Sobre os links

Turmas,

reparem que à direita do blog está uma lista de links de interesse das habilitações de área de Comunicação e da nossa disciplina. São cinco dicas por habilitação, organizadas em ordem alfabética. Para escolher os sites, usei dois critérios básicos: ser uma referência na área e/ou ter ligação com os temas relativos às Novas Mídias. Reparem que alguns blogs estão junto a sites vinculados a instituições.

Informação importante, que vale para qualquer link indicado no blog daqui pra frente: não nos reponsabilizamos pelo conteúdo destes sites, ok?

Esta lista é definitiva? Como tudo na internet, não. Aguardo sugestões ( e reclamações) de vocês para mantê-la sempre completa.

terça-feira, agosto 02, 2005

Orientações gerais

O que é um weblog?

A palavra é uma junção de web + log, que significa um registro de páginas web. Foi criado como o propósito de oferecer aos usuários uma ferramenta para que eles registrassem links e informações interessantes encontradas ao navegarem pela internet. Tornou-se uma ferramenta muito popular por ser gratuita (maioria dos serviços), de fácil manuseio, permitir a interação com o público (através dos comentários) e a formação de comunidades (através da troca de links). Estima-se que hoje existam cerca de 14,2 milhões de blogs.

Mas blog não é coisa de adolescente?

Há muitos adolescentes que criam blogs para registrar seu dia-a-dia (fofocas, namoros, compras, viagens etc), como diários virtuais. Muitos jovens e adultos fazem isso também e alguns são muito interessantes. Jornalistas, tecnólogos, políticos, empresas, coletivos e toda sorte de gente e instituições também publicam blogs. Há espaço para todos, certo?

Exemplos?
Alguns brasileiros:

- Quer um ponto de vista diferente dos escãndalos políticos? Não perca o blog do jornalista Ricardo Noblat, hoje uma leitura obrigatória. Na onda do debate político, o candidato ao governo do RJ César Maia também lançou o seu.

- Um blog para divulgar uma ópera? Conheça Turandot

- Tentando não ficar para trás, o jornal O Globo convidou alguns de seus colunistas para manter blogs - veja a lista.

- Lembram-se do vampiro Boris, interpretado por Tarcísio Meira na novela O Beijo do Vampiro? Pois é, ele também tinha um blog...

Importantes exemplos em inglês:

- Executivos da GM mantêm um blog corporativo;

- Através do blog Where is Raed?, um iraquiano até então desconhecido se tornou uma das vozes mais importantes após a invasão de seu país.

Que informações serão publicadas aqui?

Informações sobre os temas tratados na disciplina, links para textos adotados e de leitura obrigatória e orientações relativas ao cronograma (datas, divisão de grupos etc), além de textos sobre novidades, eventos, artigos etc de interesse da disciplina. Estes não são de leitura obrigatória, mas recomendada.

Como os alunos devem colaborar?

Este blog será atualizado apenas pelo professor, mas os alunos podem colaborar comentando os posts (acrescentando informações e pontos de vista), enviando novidades por e-mail (será dado o crédito ao colaborador) ou mesmo enviando por e-mail notas de sua própria autoria sobre os temas (publicarei os mais interessantes). A participação não é obrigatória, mas a leitura sim. PS: Ao longo do semestre a maioria das turmas criará seus próprios blogs para registrar pesquisas e outros materiais próprios.

Vocabulário básico:

Post – bloco de informações (texto e/ou foto) publicado em um blog.
Blogueiro – responsável pela atualização do blog

Gostei, quero saber mais sobre blogs:
Que bom! Como apresentação ao tema, sugiro a leitura da matéria publicada na revista Veja em junho de 2005: Blog é coisa séria, neste link reproduzida pelo blog Tá na Tela, e o texto Blogo, logo existo, de Alexandre Inagaki, reproduzido pelo site Digestivo Cultural.

Bom semestre para todos!

domingo, julho 31, 2005

Privacidade online - Vida Pessoal

“Privacidade na internet? Esqueça isso. Você já perdeu sua privacidade para sempre”. A frase do presidente da Sun citada por Castells assusta e nos faz pensar. Os e-mails indesejados que recebemos, a exposição (muitas vezes espontânea) de detalhes pessoais na internet ou os riscos de ter o computador pessoal invadido são exemplos dos limites pouco definidos entre público e privado. O que aconteceu? Como se defender?

O artigo Privacidade da informação na internet: ausência de normalização, de Adriana Gaetner e Helena Pereira da Silva, discute o problema no Brasil, destacando a atuação do sites de Comércio Eletrônico, que possuem cada vez mais preciosos dados sobre cada um de nós.

Também recomendo o texto A Ética Comunicacional na internet, de Dênis de Moraes. Ele discute como a diferença sobre o que é permitido e o que é abuso depende da aceitação das comunidades virtuais, numa negociação que exige postura e participação de todos os membros.

Os artigos Flogs, Blogs e Orkut - Auto-exposição na Internet oferece riscos? e Sexo, traição e internet trazem interessantes argumentos da psicóloga Luciana Ruffo, do Núcleo de Pesquisa da Psicologia em Informática da PUC/SP.

Para mostrar que a internet tem sim limites impostos pela lei, a advogada Patrícia Peck aponta os Aspectos legais de blogs, comunidades e boatos.

Para não escancarar sua intimidade, cada vez mais pessoas evitam a auto-exposição, principalmente no site Orkut. Vejam a reportagem Cansados de espionagem virtual, internautas cometem orkuticídio e o relato Cometi orkuticídio.

Dicas de como se proteger e evitar problemas?

Saiba Como evitar penetras em sua festa no Orkut, veja como se proteger no site Internet Segura e visite a recém- lançada Cartilha de Segurança para internet.

Pesquisa de campo

Procurem identificar pessoas que considerem-se vítimas da exposição, voluntária ou não, de informações pessoais na internet. O que aconteceu? O problema poderia ter sido evitado? Que tipo de precauções as pessoas devem ter para não tornar-se vítimas de excessos na internet?

Movimentos Sociais - O mensalão via internet

Movimentos Sociais - O mensalão via internet

Foi-se o tempo em que as grandes passeatas eram a forma mais convincente de reivindicação política. Os protestos hoje não fazem barulho ou ocupam ruas: acontecem através das redes, sem reuniões físicas, mas muitas vezes são igualmente influentes. O que mudou na nossa participação política?

O texto Comunicação virtual e cidadania: Movimentos sociais e políticos na Internet, de Dênis de Moraes, mostra as características das apropriações pelos movimentos sociais e apresenta exemplos interessantes.

Como nossa proposta aqui é acompanhar o escândalo do mensalão e suas repercuções na internet, a matéria Mobilização contra a corrupção é intensa na Web é uma boa introdução ao tema. Como evitar que tudo termine em pizza? Contra a corrupção, internet, propõe Marcelo Tas.


Já fizeram uma petição virtual para pedir o impeachment de Lula, já assinado por mais de 2 mil pessoas. Vale procurar por outros abaixo-assinados no PetitionOnLine.

Chegaram até a propor uma Marcha Virtual até Brasília. Exagero?


O senador Eduardo Suplicy diz ter mudado seu voto na votação pela abertura da CPI dos Correios (logo no início dos escândalos) após ter acompanhado debates em um blog. É interessantímisso o texto E a internet salvou sua alma, publicado originalmente no jornal O Estado de São Paulo. É uma montagem que mistura trechos de uma carta do senador com comentários deixados por visitantes-eleitores no blog.


Os blogs, aliás, têm tido um papel influente na cobertura e debate dos escândalos.

O Blog do Noblat é uma leitura obrigatória para acompanhar política e foi inclusive citado por Roberto Jeffeson em um de seus depoimentos. E foi aqui que o Suplicy leu os comentários citados acima.


Escondido em casa após fazer declarações bombásticas, o deputado Roberto Jefferson teve sua vida pessoal acompanhada por um suposto Vizinho do Jeffeson.


O prefeito do Rio e pré-candidato à presidência em 2006 criou o blog do César Maia para comentar os fatos. A iniciativa não foi bem aceita: leia a matéria Críticas reais feitas a um prefeito virtual
(é necessário se cadastrar para ter acesso).

Amigos do José Dirceu também criaram um blog e foram igualmente atacados pela comunidade virtual.

Seguindo a onda, até Marcos Valério pretende criar o seu blog.


Pesquisa de campo:

Até que ponto estas manifestações e debates virtuais influem nos processos políticos? São uma nova eficiente de protestar ou fruto do nosso comodismo?


Acompanhem via internet as próximas repercussões, certamente haverá novidades.


Procurem outras informações, visitem o site da Câmara dos Deputados e as páginas dos deputados, enviem um e-mail de teste para ver se alguém responde...


Divisão Digital - Desafios e projetos

A Exclusão Digital é possivelmente o mais sério e desafiador problema da Sociedade em Rede. Há um consenso entre estudiosos de que não podemos esperar a inclusão social acontecer para investir na digital, inclusive porque o exercício da cidadania hoje passa pela internet.

A Inclusão Digital não é apenas acesso à informática. É preciso compreender a lógica e possibilidades do computador, o que permite uma participação ativa e consciente na rede das redes.

Dois textos interessantes discutem este problema: Repensando a Exclusão Digital relata como grandes investimentos financeiros em tecnologia no exterior resultaram em fracassos, e Comunicação, via de mão dupla destaca a importância dos novos “incluídos” participarem ativamente nos espaços de debate e produção existentes na internet.

A Fundação Getúlio Vargas fez há algum tempo uma importante pesquisa chamada Mapa da exclusão digital.

Vários projetos tentam atacar este problema. O Comitê para Democratização da Informática , por exemplo, é projeto modelo para vários países.

A Inclusão Digital é uma das prioridades do Governo Federal, que está investindo em alguns projetos, como Computador para todos, PC Conectado e Gesac. Procurem informações sobre eles...

Em Belo Horizonte, destacam-se projetos da ONG Associação Imagem Comunitária
e a rede.lê, que tem um dos telecentros mais ativos da cidade instalado no Centro Cultural da UFMG.

Pesquisa de campo:

Procurem conhecer os projetos linkados acima e, se possível, visitar pessoalmente os existentes em BH. Como eles funcionam? São apenas laboratórios de informática ou novos locais de exercício da cidadania?

Na visão do grupo, quais são as grandes dificuldades para uma verdadeira inclusão de todos no universo digital? Debatam os conceitos...

Sociabilidade virtual - Orkut

Orkut: entre o ódio e a cordialidade

Comunidade é uma das palavras de ordem na internet hoje. Com a facilidade de se “fazer amigos” e estabelecer relações, todos procuram seus pares, exibindo aos outros o que Castells chama de “portfólio de sociabilidade”. Um suporte exemplar para esta sociabilidade é o Orkut, site de comunidades especialmente popular no Brasil.

Porque existe tanto brasileiro no Orkut? Ou as Redes sociais e o Homem Cordial é um texto que levanta interessante hipótese. Outro sobre o tema: O homem cordial e o desprendimento brasileiro, publicado no Webinsider.

O que será que o criador do site acha de deste fenômeno? Orkut não entende seu sucesso no Brasil, diz em entrevista à FSP.

Será que esse vício brasileiro não pode limitar nossa vivência no amplo universo aberto pela internet? Em quase-manifesto, acho que sim: Orkut (ou como viver feliz no curral da web).

Como reflexo da nossa complexidade social, o Orkut também abriga idéias não aceitas socialmente, como neonazismo, racismo e pedofilia. O texto Viagem pelo universo do ódio e da intolerância dá pistas sobre este lado obscuro das redes sociais. Outra leitura sobre o tema é Orkut sem lei - Crianças e adolescentes estão na mira dos pedófilos.

Mas por que as pessoas se apropriam de modo tão inconseqüente desta ferramenta? Orkut dá falsa impressão de impunidade, diz promotor de Justiça
(reportagem da Folha de S. Paulo).

Tamanha exposição pessoal riscos tem levado alguns usuários a cometer suicídos virtuais: vejam um relato em Cometi orkuticídio.

Pesquisa de campo:

Procurem exemplos de comunidades e membros e identifiquem como acontecem as ligações entre os participantes deste site de relacionamento. Entrevistem usuários.

- É possível "provar" a tese do Homem Cordial?
- Conceitos apresentados por Castells podem ser identificados aqui?
- Como os opostos (cordialidade e intolerância) convivem no site?
- Qual a posição do grupo sobre este site de relacionamento?

domingo, julho 10, 2005

Privacidade online - Empresas

A implementação de ferramentas das novas tecnologias nas empresas trouxe um grande debate sobre os limites entre público e privado. Até que ponto as ações de um funcionário na internet podem (ou devem) ser monitoradas pelas empresas, que andam muito preocupadas com a perda de produtividade e com o vazamento de informações estratégicas? Teria o funcionário o direito de usar parte de seu tempo para atividades pessoais, ou ao menos a liberdade de não ter cada ação fiscalizada?

Sobre o uso do correio eletrônico fornecido pelas empresas, pesquisa indica que 36% das empresas americanas monitoram e-mail.

A última decisão judicial favorece as organizações: TST admite rastreamento de e-mail por empresa. Esta situação levanta importantes discussões éticas, apresentadas na reportagem Monitoramento de e-mails deve ser avisado.

Além dos problemas legais, o uso do e-mail pode trazer sérios problemas de relacionamento interpessoal nas empresas, como apontam estas duas reportagens: E-mails demais deixam chefes mais grosseiros e E-mail de chefe faz mal à saúde, diz estudo.

Quanto ao uso de internet no trabalho, pesquisa aponta que o Brasileiro é mais comportado no uso da rede da empresa. Será que os dados são confiáveis?

Pesquisa de campo:

Procurem identificar como essa questão está sendo tratada hoje em alguma empresa, conversando inclusive com funcionários... Que situações eles já teriam presenciado ou vivenciado? Será que a política adotada visa punir ou ameaçar os funcionários, ou há uma tentativa de orienta-los quanto aos benefícios e limites do uso das ferramentas tecnológicas? Como a diretoria encara o problema?

Sociabilidade virtual - Blogs

Blogs e comunidades virtuais

Ferramenta de fácil manuseio técnico, os blogs são hoje um marco da revolução comunicacional em curso via internet. Como já vimos, existem blogs sobre os mais diferentes assuntos, de diários pessoais a relatos de tragédias com a passagem do Furacão Katrina pelos EUA. Para entender o fenômeno dos blogs, uma boa introdução é o texto Blog é coisa séria, já recomendado por aqui.

Uma características marcantes é a facilidade (e necessidade) de formação de comunidades virtuais, que aproximam pessoas com interesses comuns. Este texto é uma boa introdução ao tema: Weblogs, webrings e comunidades virtuais, de Raquel da Cunha Recuero]

É importante também a leitura das entrevistas do especial Weblogs: narrativas do eu e novas experiências de informação, especialmente a do argentino José Luis Orihuela (material elaborado pela Unisinos).

Este post é curioso: O blog começa a lhe fazer mal quando...

E o que acontece quando blogueiros morrem? A reportagem Blogs de Pessoas Mortas, de Alexandre Cruz Almeida, traz relatos impressionantes.

Pesquisa de campo:

Visitem blogs pessoais e procurem analisar como acontecem as interligações entre eles.

Para localizar blogs, acesse o site Technorati e digite um tema de seu interesse. Ele faz buscas apenas dentro de blogs e vai lhe permitir encontrar comunidades dos mais diferentes temas.

Reparem nos comentários, nos links fixos (normalmente à direita do blog), procurando compreender a lógica de formação das comunidades. Façam contato com os blogueiros, entrevistem-os...